Do sonho do corpo ideal ao masoquismo feminino

Artigo publicado nos Anais do VI Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental e XII Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental 2014. Setembro 2014.

Resumo: este trabalho procura destacar como os sacrifícios materiais para a constituição de uma imagem corporal adequada ao ideal de eu (viabilizada pelas novas técnicas cirúrgicas) podem nos indicar que direção as fantasias inconscientes percorrem na busca de sua meta de satisfação. A questão central que pretendemos investigar é, portanto, acerca da relação das fantasias – aqui compreendidas como produção da linguagem que revela, a um só tempo, o assujeitamento estrutural à realidade do significante e a produção do sujeito que busca responder à falta do Outro – e o masoquismo feminino. Sabemos que o masoquismo feminino refere-se aos fantasmas produzidos pelo sujeito a partir da identificação feminina, que por sua vez se caracteriza pela posição da castração. Sob esse ponto de vista, um dos efeitos do masoquismo feminino seria o de colocar-se no lugar de objeto da fantasia masculina. Nesse sentido, podemos especular se o masoquismo feminino não consolidaria atualmente uma das figuras preponderantes de subjetivação na contemporaneidade.

link | baixar pdf